Menu Principal

BLOG

13° Aniversário do nascimento ao céu da Irmã Antonieta Böhm

 O dia 27 de abril de 2021 marca o 13º aniversário do nascimento ao céu da Serva de Deus Irmã Antonieta Böhm, Filha de Maria Auxiliadora, nascida em 22 de setembro de 1907 em Bottrop (Alemanha), cidadezinha ao norte entre a Renânia e a Vestfália .  Antonieta conheceu as FMA de Essen-Borbeck, às quais manifestou o desejo de se tornar missionária.

Com coração apostólico, viveu mais de 68 anos como missionária na América Latina.  A amabilidade maternal e acolhedora, a disponibilidade generosa e serena, a predileção pelos pobres e o apelo a ser transparência de Maria Auxiliadora para ser sua mão abençoadora, são as características de que dão testemunho as pessoas que a conheceram.

Irmã Antonieta faleceu em 27 de abril de 2008, aos 100 anos.  Em 2016 abre-se o processo sobre a vida e virtudes que a levam a ser Serva de Deus. No dia 7 de maio de 2017, com a Solene Celebração Eucarística na Catedral da cidade de Cautitlán, no México, abre-se a fase diocesana do processo de beatificação e de canonização.

Quando a Igreja inicia um processo de Canonização, tem três finalidades: imitação, intercessão, culto.  A finalidade mais importante, antes da intercessão, é a imitação, para que a Igreja possa crescer em santidade.  Por isso, é importante o empenho de difundir o conhecimento do/da Servo/a de Deus, para que muitas pessoas se inspirem no seu modo de viver o Evangelho, imitando-o e invocando a intercessão.

Para promover a vida e a espiritualidade da Serva de Deus Irmã Antonieta Böhm, cada mês, o Ofício da Causa de Canonização publica, na Página do Facebook, um vídeo sobre um aspecto de sua vida: a vocação missionária, a vocação de enfermeira, a devoção ao Menino Jesus, devoção a São José, devoção mariana, etc.  No dia 27 de cada mês a oração do Santo Rosário é transmitida de seu quarto.

No 13º aniversário de seu Dies Natalis, o vídeo proposto faz memória de sua entrada no céu, em 27 de abril de 2008, na “Villa Spem” em Coacalco, no México, na Comunidade Maria Auxiliadora da Inspetoria N. S. de Guadalupe (MME).

O anúncio da morte de Ir. Antonieta difundiu-se velozmente. No dia seguinte, chegaram à Villa Spem numerosos grupos de pessoas que rezavam o Santo Rosário de modo ininterrupto. Professores, alunos, representantes da Família Salesiana, benfeitores e pobres por ela ajudados participaram das Celebrações Eucarísticas celebradas em sua intenção pelos Salesianos de Dom Bosco: todos queriam estar perto dela, ter uma lembrança e a última bênção, colocando sobre o caixão, flores, medalhas e rosários.

Que a sua vida continue a ser um exemplo concreto do caminho rumo à santidade segundo o carisma de Dom Bosco e Madre Mazzarello e ajude a crescer na verdadeira devoção mariana, característica de sua espiritualidade.

Antonieta Böhm foi recebida no Instituto das FMA em 19 de janeiro de 1926 e fez o noviciado em Nizza Monferrato (Asti).  Em 5 de agosto de 1928, Irmã Antonieta Böhm fez a primeira profissão.  No dia da profissão perpétua, 5 de agosto de 1934, recebeu a notícia de que havia sido escolhida como missionária para a Patagônia (Argentina).  Após a bênção do Papa em Roma, partiu para a América Latina, onde viveu por mais de 68 anos, primeiro na Argentina (1934-1965), depois no Peru (1965-1969) e no México (1969-2008), onde foi professora de música, enfermeira, Vigária, Diretora e Inspetora.  Viveu os últimos 30 anos de vida na Comunidade “Vila Spem” de Coacalco, onde foi Vigária e Diretora.

Fonte: Portal da FMA

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Chegada da Primavera no Cemari

Com a chegada da primavera, os educandos do CEMARI preparam uma gincana cultural e educativa, o objetivo é conhecer as regiões, e espécies de arvores

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.