Menu Principal

BLOG

Uma semana de atividades reforça e divulga a Campanha «Faça Bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes»

Na semana de 13 a 17 de maio, o Centro para Crianças e Adolescentes – CCA Santa Lúcia – Oscar Romero, situado na Zona Sul da cidade de São Paulo/SP realizou uma sequência de atividades a respeito da Campanha “Faça Bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”, que é uma mobilização social sobre o dia 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal 9.970/00. A data é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes.

Durante a semana os “Bons-dias” e “Boas-tardes” trataram assuntos da campanha e do crime ocorrido com a menina Araceli Cabrera Crespo, de 8 anos, que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES).

A flor símbolo da campanha é amarela e laranja e tem se tornado bastante conhecida por nossas crianças e adolescentes. Como parte das atividades, todos os atendidos confeccionaram flores e cartazes sobre a mobilização.

Outra ação marcante foi uma atividade inspirada no programa “Passa ou Repassa” em que os usuários do CCA Santa Lúcia precisavam responder perguntas sobre os “Bons-dias” e “Boas-tardes” e, cumpriam provas quando não sabiam as respostas.

Na sexta-feira, dia 17, crianças e adolescentes saíram pelas ruas da comunidade com percussão, cartazes e faixas para que todos soubessem que o CCA Santa Lúcia defende esta causa. Cantaram, distribuíram flores e se divertiram muito.

“Precisamos sempre fortalecer nas crianças e adolescentes as informações acerca do Sistema de Garantia de Direitos e Proteção, conhecer é prevenir!”, ressalta a educadora Vilma.

Uma informação importante para todos é saberem do DISQUE100, canal nacional de denúncia sobre violação de Direitos Humanos. Um dos slogans que as crianças e adolescentes cantaram pelas ruas da comunidade foi “Meu corpo é meu, não toca, não mexe!”. Este foi um dia ensolarado e cheio do brilho deles pelos espaços por onde passaram.

“Falar sobre assuntos sérios de forma leve, faz com que nossas meninas e meninos se apropriem e tenham voz para denunciar tudo o que pode, de alguma forma, causar algum incômodo”, concluiu Viviane, coordenadora do CCA Santa Lúcia.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Casa Betânia realiza visita na UNESP

Jovens da Casa Betânia passaram à tarde visitando as instalações da Universidade Estadual Paulista, UNESP, nesta segunda-feira, 21. O motivo da visita faz parte do

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.