Menu Principal

BLOG

Hoje é comemorado o Dia Mundial das Comunicações Sociais

Hoje, quando a Igreja celebra a solenidade da Ascensão do Senhor, também comemora o 55º Dia Mundial das Comunicações Sociais. Todos os anos, o papa Francisco publica uma  mensagem para esta data. Neste ano, o tema “Escutar com o ouvido do coração”.

O Dia Mundial das Comunicações Sociais é a única celebração mundial estabelecida pelo Concílio Vaticano II e tem como objetivo chamar a atenção para o vasto e complexo fenômeno dos modernos meios de comunicação social existentes nos dias atuais.

O papa Paulo VI foi o primeiro a comemorar o Dia Mundial das Comunicações, que aconteceu no dia 7 de maio de 1967.

A data foi instituída com o decreto Inter Mirifica. Desde então, vem sendo celebrada em muitos países no domingo que antecede a Festa de Pentecostes. A mensagem do papa para a ocasião é publicada, tradicionalmente, no dia 24 de janeiro, festa desão Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas.

Neste ano, no mensagem do 56º Dia Mundial das Comunicações Sociais, o papa Francisco pede para “escutar com o ouvido do coração”. No texto, Francisco afirmou que todo ser humano quer ser escutado. “Apesar de frequentemente oculto, é um desejo que interpela toda a pessoa chamada a ser educadora, formadora, ou que desempenhe de algum modo o papel de comunicador: os pais e os professores, os pastores e os agentes pastorais, os operadores da informação e quantos prestam um serviço social ou político”.

“A escuta corresponde ao estilo humilde de Deus. Ela permite a Deus revelar-Se como Aquele que, falando, cria o homem à sua imagem e, ouvindo-o, reconhece-o como seu interlocutor. Deus ama o homem: por isso lhe dirige a Palavra, por isso ‘inclina o ouvido’ para o escutar”, disse o papa.

Clique aqui e confira a mensagem do Papa Francisco

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Obras Sociais do Vale celebram a Páscoa

A comunidade educativa pastoral da Casa Betânia (Guaratinguetá), Cemari (Lorena) e Casa do Puríssimo Coração de Maria (Guaratinguetá) vivenciaram as sete dores de Maria, refletindo

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.