Menu Principal

BLOG

Dia Internacional da Lembrança do Holocausto

No dia 27 de janeiro de 2022 celebra-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, 77 anos após a libertação do campo de concentração de Auschwitz, na Alemanha, que ocorreu no mesmo dia em 1945. Este acontecimento, já comemorado por alguns países – na Alemanha desde 1996 e na Itália desde 2001 – foi estabelecido mundialmente em 1º de novembro de 2005 pelas Nações Unidas, no 60º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial.

No final da Audiência Geral de 26 de janeiro de 2022, o Papa Francisco recordou o Dia e dirigiu um apelo em particular aos educadores e às famílias:

“Amanhã celebra-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto. É preciso recordar o extermínio de milhões de judeus e pessoas de diversas nacionalidades e credos religiosos. Não deve mais repetir-se esta indizível crueldade! Faço apelo a todos, especialmente aos educadores e às famílias, para que favoreçam às novas gerações a consciência do horror desta página negra da história. Não deve ser esquecida, para que se possa construir um futuro onde a dignidade humana não seja mais pisoteada”.

Recordar

No dia 13 de setembro de 2021, durante a Viagem Apostólica a Budapeste e à Eslováquia, o Santo Padre dirigiu estas palavras à Comunidade Judaica de Bratislava, convidando a não esquecer o passado:

“Queridos irmãos e irmãs, a vossa história é a nossa história, as vossas dores são as nossas dores. Para alguns de vós, este Memorial da Shoah é o único lugar onde podeis honrar a memória de seus entes queridos. Também eu me uno a vós. No Memorial está inscrito em hebraico “Zachor”: “Recorda!”. A memória não pode e não deve dar lugar ao esquecimento, porque não haverá uma aurora duradoura de fraternidade sem antes ter compartilhado e dissipado a obscuridade da noite. Este é para nós o tempo em que não se pode obscurecer a imagem de Deus que resplende no homem. Ajudemo-nos nisto”.

“Memória, Dignidade e Justiça” é o tema que guia a comemoração e os percursos educativos das Nações Unidas neste ano de 2022: escrever e recordar a história significa devolver dignidade às vítimas do Holocausto.  Salvaguardar a documentação histórica, recordar as vítimas, contrastar a distorção dos factos históricos, são gestos fundamentais para fazer justiça às dezenas de milhares de pessoas que sofreram estas atrocidades.

Inúmeras são as iniciativas e atividades empreendidas por Escolas de toda ordem e graus, que em 27 de janeiro vivem o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto como momento de grande valor educativo para a formação integral de meninos/as, adolescentes e jovens, protagonistas em conhecer e interrogar os acontecimentos de um momento da história que, embora não tenham conhecido, interpela-os fortemente em seu crescimento humano e social.

Fonte: Portal das FMA

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Reunião Pré-sinodal dos Jovens

Roma (Itália). Realizou-se no dia 16 de fevereiro de 2018 a Conferência de Imprensa, na Sala de Imprensa da Santa Sé, sobre a Reunião Pré-sinodal

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.