Menu Principal

BLOG

Madre Yvonne Reungoat entre os participantes do Sínodo

Em 7 de julho de 2023, na Sala de Imprensa da Santa Sé, foi apresentado o elenco do participantes da XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, cuja primeira sessão será realizada no Vaticano de 4 a 29 de outubro de 2023.

Na lista são 378 Membros com direito de voto: designados ex officio – isto é, para a sua função, como, por exemplo, os chefes dos Dicastérios e os Patriarcas -, ex electione – eleitos pelas Conferências Episcopais ou pelos Sínodos das Igrejas Orientais Católicas e depois ratificados pelo Santo Padre-, ou ex nominatione pontificia, ou seja, diretamente nomeados pelo Santo Padre. Entre os Membros ex electione, o Papa estabeleceu que estejam presentes cinco consagradas e cinco consagrados.

De um elenco de cento e quarenta pessoas propostas pelos organismos continentais, o Papa escolheu setenta fiéis não-bispos. Sacerdotes, diáconos, leigos e leigas, consagrados e consagradas foram identificados para garantir uma variedade – quanto a carismas, vocações, experiência eclesial, idade, país de origem, e em virtude de sua participação em várias funções no processo sinodal – e são metade homens e metade mulheres. No total estão 85 mulheres presentes na assembleia, das quais 54 têm direito de voto.

“Procuramos incluir uma representação de todo o povo de Deus”, explicou o Cardeal Mario Grech, Secretário Geral do Sínodo, durante a Conferência de Imprensa.

Da Assembleia participam também outras pessoas, que não têm direito de voto: 8 convidados especiais e 75 outros participantes, entre os quais 57 Peritos e Facilitadores. Trata-se de Peritos – pessoas competentes a vários títulos sobre o argumento tratado – a que se juntam pela primeira vez alguns Facilitadores. Os Peritos cooperam com os Secretários Especiais de acordo com as suas competências e, entre eles, os Facilitadores terão a tarefa de facilitar a troca nos grupos de trabalho (círculos menores).

Entre os Peritos e Facilitadores, a serviço da dinâmica da assembléia sinodal, foi nomeada também Ir. Yvonne Reungoat, Madre Geral Emérita do Instituto das FMA.

Madre Yvonne Reungoat foi a 9ª Superiora Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (2008-2021). De 2018 até 4 de junho de 2023 foi Presidente da União dos Superiores Maiores da Itália (USMI) e desde 2019 é membro da Congregação para a Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica. Em 13 de julho de 2022, o Santo Padre nomeou-a membro do Dicastério para os Bispos.

Os votos de Madre Chiara Cazzuola, Superiora Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora:

“Enquanto nos alegramos com a Madre Yvonne por esta nova e preciosa tarefa que lhe foi confiada pelo Santo Padre, asseguramos-lhe a nossa oração e a nossa proximidade, que será mais intensa durante as sessões sinodais. Sentimo-nos honradas por esta significativa escolha do Papa Francisco e confiamos Madre Yvonne à particular proteção de Maria Auxiliadora e dos nossos Santos Fundadores.

Desejamos uma boa missão também ao Pe. Andrea Bozzolo, Salesiano de Dom Bosco, Reitor Magnífico da Universidade Pontifícia Salesiana, escolhido, como Madre Yvonne, entre os Peritos e Facilitadores, a Dom Timothy John Costelloe, Arcebispo de Perth (Austrália), entre os Presidentes Delegados e aos demais Bispos SDB, nomeados como Membros”.

Para aprofundar e baixar o Instrumentum laboris da Primeira Sessão:

www.synod.va

www.synodresources.org

Fonte: cgfma.org

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Encontro Nacional de Formação

Nos dias 24 a 28 de fevereiro 2018, o Colégio de Santa Inês, acolheu as Inspetoras, Coordenadoras Inspetoriais de Formação, as Formadoras, Diretoras de Aspirantado e

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.