Menu Principal

BLOG

Juventude Salesiana: testemunho da esperança

Pelas ruas da Vila Ema, em São José dos Campos, na Região do Vale do Paraíba, as camisetas coloriam e evidenciavam que, naquele dia, algo especial aconteceria. Desde as primeiras horas deste sábado, 16, o local foi tomado pela expectativa da realização de mais um Festival da Juventude Salesiana, realizado pela primeira vez no município. 

Promovido pelas Inspetorias de Nossa Senhora Auxiliadora e Nossa Senhora Aparecida, o FEST chega este ano a sua 21ª edição. Pela segunda vez, o evento ocorreu de forma on-line, devido às restrições sanitárias da Covid-19. 

Inspirados pelo tema “Enquanto houver sol, vida haverá” e o lema: “Movidos pela Esperança”, uma pequena parcela de jovens participou do encontro presencialmente. Nas Obras Sociais e Colégios Salesianos, outros grupos acompanharam a transmissão ao vivo. 

POR MUITAS MÃOS

A edição 2021 do Festival contou com a colaboração efetiva das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA). A Irmã Nice Lourenço, que atualmente reside em Três Lagoas (MS), atuou juntamente com a comissão organizadora. Segundo ela, esse “é um grande momento para vivenciar com a juventude o carisma salesiano”.

“A realização do FEST, apesar de todas as dificuldades, me deu a certeza de que Jesus Cristo está presente na vida do jovem. Eles fazem acontecer a novidade de Deus, que é o reino de amor. Esse momento fica muito forte na vida deles. Quando presencial, traz para cada um o encontro pessoal com Jesus, por meio de tantas pessoas. No on-line, faz com que percebam o quanto é importante esse encontro, não só com as pessoas, mas com Jesus Cristo”, ressaltou a Irmã Nice.

A religiosa também comentou que um dos maiores desafios para ela foi o de entender a linguagem tecnológica como forma de evangelização, mas que tem por todo o processo, um sentimento de gratidão, que a fez enxergar no jovem um sinal grande do amor de Deus em sua vida. 

Para Brenda Yokote Sevilha e Ana Carolina Carvalho, atuantes da Articulação da Juventude Salesiana (AJS), no Instituto São José, este momento, mesmo com todos os protocolos sanitários, revela a grandiosidade da ação juvenil.

Elas que também colaboraram para a organização, disseram-se ansiosas para o próximo FEST e torcem para que em 2022, ele aconteça sem restrições. 

ALEGRIA DO ENCONTRO

Na Paróquia Sagrada Família, a missa presidida pelo Padre Roque Luiz Sibioni, Assessor Inspetorial da Pastoral Juvenil, deu início ao FEST. Os Padres Rafael Galvão, Ronaldo Pereira, Maurício Miranda, Magno Fonzar e Antônio Célio Costa concelebraram. 

O Sacerdote falou ao longo da homilia que, apesar do difícil momento enfrentado por conta da pandemia de coronavírus, Deus permitiu que o encontro acontecesse com segurança e de acordo com os cuidados sanitários.

“Continuamos vivendo tempos difíceis e desafiadores que jamais serão esquecidos. Quantas dores, perdas, privações, distanciamentos, vulnerabilidades nos foram impostos, de uma parte e, por outra, quanta, vida, solidariedade, ousadia, esperança, fé, fraternidade e companheirismo foram e são presenciados para amenizar a dor, a fome, a indiferença e a solidão de tantos irmãos e irmãs nas nossas comunidades e sociedade”, realçou o Padre Roque.

NASCIDOS PARA O AMOR

O Sacerdote refletiu, ainda, as leituras do dia, destacando que a vida como dom de Deus, foi criada para que as pessoas façam o bem umas para as outras: “Nascemos do amor para amar, somente o amor nos torna livres, nos abre aos outros, nos ajuda a lutar por mais justiça, direitos, solidariedade, construir um mundo melhor para todos”, continuou. 

É necessário também, de acordo com o Padre Roque, estar atento ao sabor que a vida de cada um representa ao outro. 

“Deus colocou no coração de vocês a sua luz, o seu espírito e amor. Não tenhamos medo do que Deus pede para nós. Já dizia o Papa Emérito Bento XVI: Deus não rouba nada da nossa vida, quando abrimos o nosso coração para Ele, simplesmente, Ele quer trazer mais vida e alegrias. O Papa Francisco diz que precisamos levar vocês, jovens, a sério e que vocês também têm o dever de ajudar a Igreja no seu caminho de conversão a Jesus Cristo. Portanto, ajudem-nos, também a sermos sal e luz para os tempos, problemáticas e as juventudes de hoje, nos passos de Dom Bosco e Madre Mazzarello. Que Deus nos abençoe!”, exortou. 

SALESIANIDADE

Após a celebração eucarística, a transmissão ocorreu do Instituto São José, há poucos metros da Paróquia Sagrada Família.

Mesmo com o formato on-line, o encontro preservou suas características e promoveu atividades tradicionais, como a Tenda Vocacional, com a presença do Padre Rafael Galvão, responsável pela Pastoral Vocacional e Missionária e a Irmã Márcia Mucci, das Filhas de Maria Auxiliadora. 

Os religiosos destacaram as diferentes formas de servir a Igreja, afirmando que o principal objetivo de toda vocação é encontrar um sentido para a caminhada, baseando-se em um projeto de vida pessoal. “Como diz o Papa Francisco: Eu sou uma missão nesse mundo. É uma questão de descobrir uma causa que dê sentido para que você gaste sua vida (…) É uma questão de felicidade, encontrar um motivo que dê sentido à sua existência”, expressou Irmã Márcia. 

ESPERANÇAR

Em outro momento, o Oratório Virtual mostrou por meio da apresentação de vídeos, como as Casas Salesianas seguem sendo sinal de esperança em seus territórios, mesmo diante do cenário pandêmico iniciado em 2020.

O evento foi finalizado com a Adoração ao Santíssimo Sacramento. O Padre Magno Fonzar, que conduziu esse momento de espiritualidade, falou aos jovens sobre a esperança que é oferecida a partir do próprio Deus. 

Fonte: Salesianos SP

Por: Jenniffer Silva – Comunicação Social ISSP
Fotos: Pedro Melim e Sara Gama – Comunicação Social ISSP e Instituto São José

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Posts Relacionados

Não desista de você

A dor faz parte do mundo em que vivemos, mas o sofrimento é uma escolha. No dia a dia encontramos enorme contingente de pessoas que

XV ENARSE

Abertura solene, conferência magistral, Edebê Educação e mesas redondas sobre as mudanças da educação básica no Brasil foram os destaques do primeiro dia do evento,

Encontro Nacional de Formação

Nos dias 24 a 28 de fevereiro 2018, o Colégio de Santa Inês, acolheu as Inspetoras, Coordenadoras Inspetoriais de Formação, as Formadoras, Diretoras de Aspirantado e

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.