Menu Principal

BLOG

Comunidade se despede de Irmã Rosalina, mais conhecida como “Mana”

No dia 28 de julho, às 15h30min, foi celebrada a Missa de Exéquias de Irmã Rosalina Farias Lemos, na capela da Comunidade Santa Teresinha, na Lapa (SP).

Irmã Rosalina era irmã Salesiana, missionária na Amazônia, onde dedicou alguns anos de sua vida aos indígenas no Alto Rio Negro. Nascida em Santa Catarina, em 30 de agosto de 1960, inicialmente pertencia à Inspetoria Nossa Senhora Aparecida (BAP). Por diversas vezes fez pedido missionário, até que em 2014 foi enviada para a região Norte, inserindo-se na atual Inspetoria Nossa Senhora da Amazônia, de Manaus (AM).

Exatamente no dia 28 de julho de 2022, Irmã Rosalina retornou das Missões à sua Inspetoria de origem, a fim de fazer um tratamento de saúde.

Na madrugada desta sexta-feira, ela veio a falecer no Hospital Santa Catarina, com 63 anos de idade, incompletos, e 40 como Filha de Maria Auxiliadora (FMA).

A Celebração Eucarística foi presidida pelo Salesiano padre Anderson e contou com a presença de Irmãs de diversas comunidades, inclusive com duas representantes da Inspetoria Nossa Senhora da Amazônia: a noviça Thalita e Irmã Angela, que viveu por cinco anos com Irmã Rosalina, nas Missões do Amazonas. 

Além de colaboradores e amigos das Irmãs Salesianas, também esteve presente a Scalabriniana, Irmã Rosa Maria, Assessora Executiva da Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional de São Paulo, que trouxe uma mensagem de esperança e conforto em nome da Vida Religiosa.

Na introdução da Eucaristia, a diretora da casa, Irmã Lúcia Maistro, acolheu os presentes e convidou todos a celebrarem a Missa da Esperança, agradecendo o dom da vida e da vocação missionária de Irmã Rosalina. Aproveitou a ocasião para lembrar dos familiares de Irmã Rosalina que não puderam se fazer presentes devido à distância. Comunicou também que, em Porto Alegre, contemporaneamente estava sendo celebrada a Eucaristia em memória de Irmã Rosalina, presidida pelo Inspetor Salesianoda Inspetoria São Pio X, Padre Ademir Ricardo, com a presença de diversas Irmãs Salesianas, entre elas Irmã Alaíde Deretti, Inspetora da BAP que se encontra em visita no Sul do país.

No momento da homilia, Padre Anderson deu espaço àsmensagens enviadas tanto pela Madre Geral, Irmã Chiara Cazzuola, quanto pela Inspetora, Irmã Alaíde. 

A celebração foi marcada por muita simplicidade, como simples era Irmã Rosalina. No momento da despedida, Padre Anderson convidou as Irmãs presentes a também realizarem o ritual da aspersão, destacando que Irmã Rosalina, pela água do Batismo, foi inserida na vida de Cristo e que agora nasce para a vida eterna e se apresenta diante de Deus, não de mãos vazias, mas com todo o bem que realizou em vida e todo o bem que foi feito a ela.

Em seguida, o féretro seguiu para o Cemitério Santíssimo Sacramento, localizado no bairro Sumaré, onde Irmã Rosalina foi sepultada no Jazido das Filhas de Maria Auxiliadora.

Pelas redes sociais, muitas foram as manifestações de solidariedade, de surpresa e de dor. Muitos amigos e conhecidos a recordaram pela sua alegria, pela sua paixão missionária, pela presença doce entre os jovens e as crianças e pelo modo carinhoso como chamava as pessoas: “Mana”.

Mensagem de Irmã Chiara Cazzuola, Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, à Irmã Alaíde Deretti.

«Sinto muito, Irmã Alaíde!

Eu rezei, nós rezamos para que Irmã Rosalina se restabelecesse. Que o Senhor a acolha na sua paz, depois de tão sofrida purificação. Que nos envie santas vocações missionárias. Estou unida com a minha oração. Vou a Turim para as primeiras Profissões Religiosas e, na Basílica de Maria Auxiliadora, a recordarei, e também a sua Inspetoria, de modo especial. Um grande abraço!»

Mensagem de Irmã Alaíde Deretti, Inspetora da Inspetoria Nossa Senhora Aparecida (BAP)

Queridas Irmãs, Noviças e todos os presentes

Embora não possa estar ali fisicamente, estou presente com todos os meus sentimentos, coração e orações, unida a vocês, celebrando juntos a Ressurreição de nossa querida Irmã Rosalina.

Irmã Rosalina, depois de um longo-breve período de sofrimento, assumido com consciência e serenidade, agora já está experimentando a felicidade eterna em Deus.

Foi uma FMA muito apostólica, ardorosa missionária, corajosa, destemida, feliz em poder doar a vida a serviço da missão. Amou muito os pobres, os indígenas com os quais trabalhou como missionária ad gentes.

Estando em Roma para o Curso de Neomissionárias, teve a alegria de participar da Celebração Eucarística e receber a Cruz Missionária na Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim. Tive a graça de acompanhar, em Roma, o seu processo de preparação para a Missão ad gentes. Sempre foi uma irmã alegre, disposta, disponível, acolhedora e aberta à novidade de Deus em sua vida.

Por onde passou, deixou um rastro de alegria, sabendo desdramatizar situações complicadas; um rastro de acolhida, de proximidade e de muita fraternidade. Foi uma missionária em saída!… em estilo sinodal. Gostava de trabalhar junto, de conversar, de dialogar e também de dar boas risadas.

Querida Irmã Rosalina, obrigada pela tua presença, pela tua vida feita dom-doação-bênção para todas as pessoas que tiveram a alegria e a sorte de passar pelos caminhos de tua vida e missão.

Obrigada pelo teu sim generoso à missão no Amazonas, no Alto Rio Negro. Ali as Irmãs e o povo sentirão muito tua falta, pela tua alegria e proximidade, pela pessoa que foste, pelo bem que deixaste nos corações de todos. Deus te recompense e te dê a alegria eterna de um céu sem fim.

A nossa oração por ti foi intensa e agora continuaremos a rezar para que sejas uma FMA feliz na eternidade e intercedas a Deus por nós, para que sejamos também “sinais e expressão do amor de Deus aos jovens…”, assim como tu foste.

Para ti as fronteiras terminaram e agora podes ver a todas e a todos com uma visão límpida e ampla e certamente podes ver que a “Messe é grande e os Operários são poucos”. Por isso, confiamos na tua intercessão ao Senhor da Messe para que envie muitos e bons operários para a sua messe

Querida Irmã Rosalina, estamos sentindo muito tua partida, mas te dizemos: vai em paz, querida, e que Deus te acolha na alegria e na paz verdadeira. Saúda Maria, Dom Bosco, Madre Mazzarello e a Família Salesiana por todas e todos nós. Vai e fica em paz!

Irmãs, temos certeza de mais uma protetora no céu a interceder por sua família, pela sua missão e por nós. Em comunhão fraterna, 

Ir Alaíde Deretti

Depoimento de Ir Angela, da Inspetoria Nossa Senhora da Amazônia.

Irmã Rosalina se sentia bem em meio às crianças e jovens, mesmo quando já doente. É assim que Irmã Angela a recorda: «Ela sempre estava lá, com eles. Subia morro, descia morro, com toda essa dor que ela tinha. Chegava lá sorrindo, alegre, talvez no coração a dor fosse grande já nestes últimos tempos, mas ela fez tudo com muito amor, se doou mesmo. No nosso grupo, lá na Inspetoria, as Irmãs todas falaram e deram testemunhos da vidadela. As Irmãs indígenas sentiam muito o amor e o carinho dela por elas também. Nossa Senhora a levou neste dia… que tenha este descanso eterno, ela estava sofrendo muito. Quem acompanhou sabe! Eu vim várias vezes aqui, fiquei com ela, e na última vez,ela chorou e já se despediu de mim, depois foi para o hospital e não a vi mais. Eu sei que ela vai ganhar um céu bem bonito pelo que ela fez, pela sua doação, pelo seu amor, de modo especial pelos mais pobres».

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Doutorado em Comunicação

Ir. Márcia Koffermann, Filha de Maria Auxiliadora da Inspetoria N.S. Aparecida (BAP), no dia 28 de março de 2023, na Universidade de Huelva, conclui o percurso de

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.