Menu Principal

BLOG

Instituto Maria Auxiliadora começa o ano letivo comemorando os seus 95 anos

No dia 12 de fevereiro, o Instituto Maria Auxiliadora (IMA) de Rio do Sul (SC) completa 95 anos de fundação. O IMA é a instituição de ensino particular com maior longevidade na cidade de Rio do Sul. Isso, por si só, já é motivo de comemoração.

Para marcar esse importante momento da história da Instituição, os estudantes do turno matutino foram reunidos no pátio da escola, no dia 6 de fevereiro, para um “Bom Dia” especial. A diretora Angelita acolheu os estudantes e desejou a todos um ano letivo muito harmonioso. Em seguida, Dom Onécimo, Bispo da Diocese de Rio do Sul, deu uma bênção aos presentes.  Os estudantes do turno vespertino foram acolhidos pela diretora, pela coordenação pedagógica e pela Pastoral Escolar.

Fundado em 1928, pelas Filhas de Maria Auxiliadora, também conhecidas como Irmãs Salesianas, inicialmente o IMA foi denominado Colégio Sagrado Coração de Jesus. Funcionava numa casa de madeira, com quatro cômodos e um galpão, localizado no Centro do Distrito de Bella Aliança, hoje município de Rio do Sul.

Meninos e meninas começaram a frequentar o Curso Elementar do Colégio. Aos finais de semana as Irmãs recebiam na escola muitas crianças que participavam do Oratório Festivo. Procuravam formar “bons cristãos e honestos cidadãos”, segundo o Sistema Preventivo de Dom Bosco (Razão, Religião e Amor).

Em 1942, o colégio passou a denominar-se Instituto de Educação Maria Auxiliadora porque havia quatro escolas no território catarinense com o mesmo nome deste colégio, dificultando a comunicação. Em 1969, seu nome foi modificado para Instituto Maria Auxiliadora.

Em razão dos 95 anos de fundação, todos, unidos, pedem a Deus e a Maria Auxiliadora proteção para os educadores, estudantes, famílias e cada membro da comunidade educativa a fim de vivenciarem plenamente um ano de muito protagonismo, salesianidade e aprendizados.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Sonhar… para agir

A realidade juvenil no contexto asiático e as experiências de acompanhamento dos jovens de hoje, evidenciam um duplo aspecto do patrimônio cultural da Ásia: a

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.