Menu Principal

BLOG

“Fraternidade e Políticas Públicas”: entendendo a Campanha da Fraternidade 2019

 

A Campanha da Fraternidade é apresentada anualmente pela CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil como um “caminho de conversão quaresmal”, isto é, a possibilidade de que vivenciemos concretamente a Quaresma. Neste ano a Campanha tem como tema “Fraternidade e Política Públicas”, que tem como um dos grandes objetivos garantir o conhecimento e o acompanhamento/fiscalização das diversas Política Públicas existentes em nosso país, sejam elas na esfera federal, estadual ou municipal. Mas, o que são Políticas Públicas?

Elas são um conjunto de ações e programas que são desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na “Carta Maior” da Democracia, a nossa Constituição Federal e em outras leis que são criadas. Por exemplo: políticas públicas para a juventude, quais são? Em nossos municípios os governantes se preocupam com a situação dos jovens? Como estão os jovens em nossas cidades? Há propostas e projetos diferenciados que os leve a fazer boas escolhas?

Esse é apenas um exemplo do que vem a ser as tais Políticas Públicas, que se dividem ainda em diversos grupos e segmentos, com destaque especial para as relacionadas a Educação, Saúde, Segurança Pública, Idosos, Juventude, Crianças, Mulheres e outras tantas áreas que necessitam de atenção, projetos e programas que visem melhorar a condição de vida de todos os cidadãos.

O lema da CF 2019 é “serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27), que nos mostra o papel importante das leis e da justiça, em uma sociedade marcada cada vez mais pela falta de compaixão pelo próximo e por aqueles que mais necessitam de ajuda. É importante lembrar que as leis existem para serem cumpridas e a CF vem nos ajudar a entender também o nosso papel de cidadãos perante a sociedade, nossos direitos e deveres, que fazem com que o nosso contexto seja permeado de caridade e justiça, em contraposição aos males, injustiças e discórdias existentes.

Com esta campanha a Igreja quer: “estimular a participação em políticas públicas, à luz da Palavra de Deus e da Doutrina Social da Igreja para fortalecer a cidadania e o bem comum, sinais da fraternidade”. A Campanha da Fraternidade se realizará mais intensamente no período da Quaresma, que tem início na Quarta-feira de Cinzas, dia 6 de março, e vai até dia 21 de abril, dia em que se celebra a Páscoa de Jesus Cristo.

Como vivenciar concretamente a Campanha da Fraternidade 2019?

Uma das mais formas mais concretas que encontramos para a vivência desta temática é a participação em audiências públicas, conselhos, conferências, eventos, fóruns e reuniões, além de organizações da sociedade civil e movimentos sociais. Tudo isso tendo em vista a verdadeira vivência do Evangelho e o testemunho cristão.

Os leigos, agentes de pastorais, movimentos e comunidades têm que viver sua vocação também no mundo do trabalho, no mundo da política e das relações institucionais, pois é nesse campo em que o desafio se faz maior, nesses locais se faz necessária a presença da Igreja e o ecoar do Evangelho, boa nova de vida e de salvação.

Que vivenciemos com muito carinho esta Campanha da Fraternidade, um momento propício de oração, ação e evangelização. Que Deus abençoe a todos!

 

Luiz Fernando Miguel – Comissão

da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese de Aparecida

Pe. André Luiz Pizani – Assessor das Pastorais Sociais da

Arquidiocese de Aparecida

 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Posts Relacionados

Páscoa na Casa Betânia

Ao longo da semana, várias atividades foram desenvolvidas pelos educadores, juntamente com os educandos, sobre a Páscoa. Na terça-feira, as crianças e os adolescentes vivenciaram a

Semana Missionária Salesiana 2017

Entres os dias 22 a 29 de julho, os jovens da Escolas Salesianas das Filhas de Maria Auxiliadora de São Paulo participarão da Semana Missionária.

Jornada de oração e de jejum

Roma (Itália). A Madre Geral do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora envia uma mensagem para pedir que se unam à solicitação do Papa Francisco para

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.