Menu Principal

BLOG

Festa da Gratidão é celebrada na Bolívia

A Festa da Gratidão Mundial da madre geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), Yvonne Reungoat, foi celebrada com grande entusiasmo na inspetoria boliviana Nossa Senhora da Paz (BOL), no dia 26 de abril.

“Crescer e florescer com os jovens onde Deus nos quer” foi o tema que acompanhou os diversos momentos do evento. Estiveram presentes à festa as FMA provenientes das Inspetorias das nações bolivarianas, bispos, sacerdotes, representantes das comunidades educativas, alguns grupos da Família Salesiana, além de muitos jovens.

Na véspera da festa, 25 de abril, o ponto de encontro foi a Casa Inspetorial de Cochabamba, onde todos se uniram para um momento de oração das vésperas e de convivência. Apresentações de dança e música também fizeram parte da reunião. Madre Yvonne também participou da noite e cumprimentou a todos dizendo: “Eu represento todas as FMA esparsas no mundo, minha presença aqui combina de uma maneira especial tantas culturas e tantas nacionalidade diferentes, que estão unidas por uma grande paixão pelos jovens e especialmente os mais pobres. Juntos rendemos graças pelo bem que se faz em todo o mundo e pelo carisma que continua a crescer e estar vivo”.

No dia 26 pela manhã foi realizada a Solene Eucaristia de agradecimento na Catedral de São Sebastião de Cochabamba, presidida pelo Núncio Apostólico, dom Gianbattista Diquattro, e concelebrada por vários salesianos e sacerdotes.

A Eucaristia, momento central para manifestar Gratidão, foi caracterizada por alguns momentos: no início uma pastorinha ofereceu a flor da Khantuta como convite a abraçar o futuro com esperança e com o coração do Bom Pastor. No momento do ofertório, juntamente com o pão e o vinho, foram levados ao altar um grande coração e a chave, símbolos do carisma salesiano, e a lâmpada pelos 50 anos de fidelidade da madre Yvonne. A missa foi animada pelo canto de 500 meninas e meninos, vindos das realidades das diversas comunidades e inspetorias.

No final da tarde houve a festa com os jovens e os grupos da Família Salesiana que expressaram a gratidão através de uma expressão artística inspirada na lenda “A Flor da Khantuta”.

No encerramento da festa, madre Yvonne se dirigiu aos presentes manifestando a alegria de se encontrarem juntos, como Família Salesiana e eclesial, e agradeceu a Deus pelo dom que foi e contínua sendo o carisma salesiano na Bolívia no mundo todo: “Estou muito contente por celebrar neste ano a Festa da Gratidão Mundial aqui em Cochabamba, na Bolívia, uma terra generosa e rica de fé e de vida cristã; uma terra capaz de multiplicar sem medida suas riquezas de acolhimento, abertura, simpatia, de jovens, desejo de crescer, alegrar-se, louvar”.

Madre Yvonne referiu-se em seguida à lenda da Khantuta e acrescentou, dirigindo-se de modo especial aos jovens: “Todos devemos estar seguros de que o Senhor nos semeou em um lugar da terra e em um tempo da história humana para entregar-nos uma tarefa. Se Ele semeou vocês, Bolivianos, nesta terra, neste tempo, difícil, mas fascinante, é para que vocês possam florir nela e dar frutos (vejam que faço um passo adiante!)… A flor é linda para se olhar, mas se não der fruto durará pouco e deixará somente nostalgia e saudade, se se transforma em fruto, alimenta e fortalece, constrói o futuro verdadeiramente com sua semente pode tornar-se nova árvore! Dirijo-me, especialmente, a vocês jovens: são vocês particularmente a flor que deve tornar-se fruto. Certamente vocês estão pensando em seu futuro, mas vocês se perguntaram qual é o sonho de Deus para cada um de vocês? Onde Ele quer vocês? Responder a estas perguntas é a chave para uma vida feliz!”

Por fim concluiu dirigindo-se à Virgem de Copacabana dizendo: “Com Ela retomamos o caminho, seguras/os de que, juntos, chegaremos à meta, que não somente estaremos contentes de florescer onde Deus nos semeou, mas saberemos também produzir frutos e chegar a quem está distante e nem sequer pensa colocar-se à procura, que está desencorajado e pensa que não há qualquer esperança, qualquer possibilidade de mudança, quem desconfia, porque muitas vezes ficou desiludido. Juntos seremos missionários e profetas de esperança e de alegria!”.

Portal das FMA

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Posts Relacionados

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.