Menu Principal

BLOG

Estreia 2023: “Como fermento na família Humana hoje”.

No dia 28 de julho de 2022 o Reitor-Mor dos Salesianos de Dom Bosco, Dom Ángel Fernández Artime, Pai e Centro de Unidade da Família Salesiana, depois de uma fase de consulta e discernimento com os Responsáveis da Família Salesiana, os membros do Conselho Geral e outros especialistas, anunciou o tema e as orientações da Estreia para o ano 2023:

“COMO FERMENTO NA FAMÍLIA HUMANA DE HOJE. A dimensão laical da Família de Dom Bosco

O Reitor-Mor especifica, como primeiro aspecto, a dupla natureza dos destinatários da Estreia: crianças, adolescentes e jovens de todas as presenças da Família de Dom Bosco no mundo e, ao mesmo tempo, de todos os Grupos da Família Salesiana, com o objetivo de descobrir ou redescobrir a dimensão laical e a complementariedade dos Grupos, chamados juntos e a ser “fermento na massa do pão da humanidade”.

A imagem evocativa do fermento na massa do pão é tirada da parábola do Evangelho de Lucas, “uma parábola de grande sabedoria evangélica, pedagógica e atualidade educativa, que expressa a natureza do Reino de Deus que Jesus viveu e ensinou”:

Jesus disse ainda: “A que posso comparar o reino de Deus?  É como o fermento, que uma mulher tomou e misturou em três medidas de farinha, até ficar tudo levedado” (Lc 13,20-21).

O fermento, explica o Reitor-Mor, é um ingrediente usado em pequeníssima quantidade, mas que se destaca por ser “o único ingrediente vivo” e, por ser vivo, tem a capacidade de influenciar, condicionar e transformar toda a massa”.

A metáfora refere-se à missão e ao compromisso de cada um/a, em relação à grande Família Humana na qual a Família Salesiana está inserida:

“Cada pessoa é chamada – neste mundo – a descobrir o sentido da própria existência, que é precisamente o de viver um estilo de vida saudável e fraterno dentro da Família Humana. A parábola do fermento e esta proposta da Estreia nos impulsionam, então, a entrar no mundo dos grandes desafios através da dinâmica do tempo e da história humana”.

“A construção da Família Humana é uma responsabilidade e um empenho de todos nós”, continua Dom Ángel.  Justiça e dignidade para os últimos e descartados, verdade, paz e fraternidade, cuidado com a casa comum, necessidade de Deus, são apenas algumas das necessidades que identifica isso, extraindo-as dos textos do Ministério do Papa Francisco.

A referência salesiana é ‘a receita de santidade’, proposta por Dom Bosco aos seus jovens, em particular a Domingos Sávio (na noite de 24 de junho de 1855) e contém: alegria, cumprimento dos deveres e fazer o bem.  Todo um programa que indica como ser fermento no pequeno espaço onde Deus nos plantou”.

“A complementariedade das vocações na Família de Dom Bosco, com o empenho e a corresponsabilidade de todos e de cada um/a, são, segundo ele, fundamentais, para ser verdadeiramente eficazes na missão em favor da educação dos jovens:

“Estar UNIDOS como Família Salesiana, e sempre junto com tantos leigos das presenças do mundo na missão e na formação, torna-se uma exigência iniludível de missão , se não quiser permanecer irrelevantes”.

Com grande sentimento de gratidão, Dom Ángel também chama a atenção à tradição de santidade que deu tantos frutos na grande árvore da Família Salesiana, “jovens, leigos, mártires, pessoas que encheram sua vida com o fermento do amor, amor que se doa até o fim, fiel a Jesus Cristo e ao seu Evangelho”. Zeferino Namuncurá e Laura Vicunha, Alberto Marvelli, Domingos Sávio, Alessandrina da Costa, Attilio Giordani, os jovens mártires de Poznam, o jovem Bashir do Paquistão e o índio Boi-Bororo Simão, a benfeitora Dorotea Chopitea, a mãe de Dom Bosco, Mamãe Margarida e Artêmides Zatti, já próximo da canonização, são os exemplos propostos.

A apresentação do tema da Estreia conclui-se com o convite do Reitor-Mor a toda a Família de Dom Bosco e em particular aos leigos e às leigas e a tantos outros deste vasto movimento salesiano “a responder de modo criativo, colaborativo e concreto, em tudo o que for possível , a esta humilde proposta da Estreia 2023 para ser verdadeiramente este fermento semelhante ao pregado no Evangelho de Jesus nosso Senhor”.

Fonte: Portal as FMA

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

Peregrina Em Terras Pantaneiras

Com o calendário nas mãos, as FMA do Centro Oeste acompanharam com orações e expectativa o peregrinar da provincial Ir. Nilza de Morais pelos caminhos

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.