Menu Principal

BLOG

Escola da fronteira celebra Maria Auxiliadora

Maio é sempre um mês especial para a Família Salesiana, é o mês de Maria, Mãe de Jesus e Auxiliadora dos Cristãos. É também um mês no qual se celebram muitos outros títulos de Nossa Senhora.

Sempre que Dom Bosco falava de Nossa Senhora, ele se referia a ela como aquela que “auxilia, ajuda, socorre” os seus filhos. Ele costumava dizer que Maria sempre esteve à frente da obra salesiana, ajudando a todos nos momentos de maior dificuldade. Em suas anotações, ele registrou diversas graças alcançadas por intercessão da Virgem.

No dia 24 de maio, no Instituto Laura Vicuña, de Uruguaiana (RS), as crianças e os jovens participaram da Celebração da queima das Cartinhas, que aconteceu no pátio da escola. Tal prática é uma tradição nas Escolas Salesianas. Nela, os alunos escrevem um pedido, uma oração ou palavras de agradecimento a Nossa Senhora. Essa tradição teve início com Dom Bosco que incentivava os meninos do Oratório de Turim, muitos deles órfãos de pai e de mãe, a escreverem uma carta endereçada à mãe de Jesus. Após a queima dessa carta, os meninos recebiam uma resposta de Nossa Senhora escrita pelo próprio Dom Bosco.

Neste ano, as urnas para a entrega das cartinhas ficaram dispostas nos corredores da escola, acompanhadas por um símbolo: uma dezena do Terço que, durante a cerimônia, foi levada por colaboradores e alunos e, na sequência, unida às demais, formaram o grande Terço em frente ao altar de Maria Auxiliadora. Todos os estudantes receberam das Irmãs Salesianas, que fazem parte do Instituto Laura Vicuña, um doce e uma medalha de Maria Auxiliadora, em comemoração à grande festa celebrada.

No final do dia foi realizada, na Paróquia São Miguel Arcanjo, a missa de Coroação de Nossa Senhora Auxiliadora. A celebração foi conduzida pelo Padre Leandro Francisco e teve a participação das Irmãs salesianas, direção, colaboradores, alunos, ex-alunos e familiares.

Neste ano, a celebração destacou os 150 anos de fundação do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, bem como os 60 anos de existência do Instituto Laura Vicuña, que acolheu e educou gerações nesta fronteira do Rio Grande do Sul. Como já é tradição nas escolas salesianas, a Coroação de Nossa Senhora foi conduzida pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio, juntamente com a equipe de pastoral e da Articulação da Juventude Salesiana – AJS.

Dom Bosco dizia que quem chega a uma casa salesiana, vem trazido pela mão de Nossa Senhora. Para a Família Salesiana, coroar Nossa Senhora Auxiliadora, além de uma demonstração de fé e de religiosidade, é reconhecer a presença viva de Maria como Mãe e Mestra da juventude!

Fonte: Comunicação Instituto Laura Vicuña

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts Relacionados

HOSPITALIDADE

“Não vos esqueçais da Hospitalidade, pela qual, alguns sem o saberem, hospedaram anjos” – Hebreus 13:2 Estamos passando por uma importante mudança de valores em

Para você navegar neste website, usaremos cookies para melhorar e personalizar sua experiência.