14 out, 2013

Papa diz que nova evangelização se faz com testemunho de vida.


Papa diz que nova evangelização se faz com testemunho de vida

Papa diz que nova evangelização se faz com testemunho de vida

A nova evangelização se faz com gestos e atitudes antes ainda do que com palavras: é necessário dar testemunho de vida. Essas foram as reflexões centrais do Papa Francisco aos participantes da Plenária do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. O encontro com o Santo Padre aconteceu na manhã desta segunda-feira, 14, no Vaticano.

O Papa resumiu seu discurso em três pontos essenciais: o primado do testemunho; a urgência de ir ao encontro e o projeto pastoral centrado no essencial. Ele destacou que a nova evangelização é despertar no coração e na mente do outro a vida da fé. E nesse processo, o testemunho é indispensável.

“Aquilo de que precisamos, especialmente nestes tempos, são testemunhos credíveis que com a vida e com a palavra tornam visível o Evangelho, despertam a atração por Jesus Cristo, pela beleza de Deus”, disse.

Francisco defendeu a necessidade de continuar o caminho do Concílio Vaticano II, despojando-se de coisas inúteis e danosas que danificam a verdadeira face da Igreja. Ele também voltou a citar a importância da cultura do encontro.

“O Filho de Deus ‘saiu’ da sua condição divina e veio ao nosso encontro. A Igreja está dentro desse movimento, cada cristão é chamado a ir ao encontro do outro, a dialogar com aqueles que não a pensam como nós, com aqueles que têm outra fé, ou que não têm fé”.

E para concretizar essas ações, o Santo Padre lembrou que se exige um empenho comum na Igreja para um projeto pastoral que se volte ao essencial, ou seja, a Jesus Cristo. “Não adianta gastar tanto tempo com coisas secundárias ou supérfluas, mas concentrar-se na realidade fundamental que é o encontro com Cristo, com a sua misericórdia, com o seu amor e amar os irmãos como Ele nos amou”.

 

Fonte: Canção Nova


Deixe uma resposta