02 fev, 2018

Papa Francisco e Presidente da Itália realizam homenagem a Dom Bosco.


Papa Francisco e Presidente da Itália realizam homenagem a Dom Bosco

Papa Francisco e Presidente da Itália realizam homenagem a Dom Bosco

Dom Bosco e seu carisma não são patrimônio da Família Salesiana apenas, mas da inteira humanidade. Por ocasião da festa de S. João Bosco, 31 de janeiro de 2018, numerosas foram as homenagens tributadas ao Santo dos Jovens por parte de pessoas de todas as realidades e contextos.Entre todos, transcrevemos as palavras do Papa Francisco, no final da audiência geral da quarta feira, e do Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella.

Após ter orientado a catequese sobre o diálogo entre Deus e o seu povo, o Santo Padre citou Dom Bosco e o indicou como modelo para diversas categorias sociais: “Hoje lembramos S. João Bosco, pai e mestre da juventude. Queridos jovens, olhem para ele como para o educador exemplar. Vocês, queridos enfermos, a exemplo dele, confiem sempre em Cristo crucificado. E vocês, queridos esposos recém casados, recorram à sua intercessão para assumir com generoso empenho a missão conjugal de vocês”.

O Presidente Mattarella dedicou uma longa comunicação à figura de Dom Bosco, em razão dos 130 anos de sua morte.

“Ocorre hoje o 130º aniversário da morte de João Bosco, sacerdote fundador dos Salesianos e das Filhas de Maria Auxiliadora, educador que a sociedade italiana pôde valorizar pela atenção aos jovens, pela paixão, pelo empenho em ajudar tantas pessoas em condições de aviltante pobreza e marginalização.

As origens humildes na vida de Dom Bosco foram uma raiz da qual ele retirou orientação permanente. Sua inteligência, seus dotes de sociabilidade, suas grandes capacidades de organização, inspiradas no testemunho evangélico, se encaminharam para a realização de obras que beneficiaram um grande número de rapazes, meninos trabalhadores, jovenzinhos, oferecendo-lhes espaços preciosos de acolhimento, instrução, formação, solidariedade, crescimento individual e comunitário. Soube fazer própria a questão social e construir crescentes espaços de cidadania.

Em muitas partes da Itália e do mundo a marca de Dom Bosco, e das congregações que ele promoveu, continua viva. Quantos italianos devem aos Salesianos um pouco da própria cultura, da formação cidadã. A continuação das obras de Dom Bosco representa uma contribuição à coesão e ao progresso social, valores que enriquecem um país, e ajudam a comunidade inteira a enfrentar os desafios dos tempos”.

Fonte: ANS – SDB

 


Deixe uma resposta