26 abr, 2017

Colégio do Carmo celebra 125 anos de fundação.


Colégio do Carmo celebra 125 anos de fundação

Colégio do Carmo celebra 125 anos de fundação

No dia 20 de Abril o Colégio do Carmo completou 125 anos de fundação, celebrando a presença das Filhas de Maria Auxiliadora em Guaratinguetá e sua missão educativo-pastoral na cidade das “garças brancas”. Para celebrar este momento foi inaugurado o “Largo Madre Mazzarello”, com a presença de autoridades civis e religiosas, entre elas o Prefeito de Guaratinguetá Marcus Soliva, vice-prefeito Régis Yasumura, a diretora Ir. Teca, o autor do projeto de Lei, então vereador Vantuir Faria, inúmeras Filhas de Maria Auxiliadora, educadores, ex-colaboradores e amigos do Colégio.

“Estou tendo a honra de comemorar com vocês os 125 anos de uma instituição católica que deu certo. Isso tudo só dá certo quando tem a benção de Deus e o Colégio do Carmo é abençoado. E eu sempre ressalto que quando um lugar tem os valores cristãos, ele cresce, dá frutos e bons frutos”, afirmou o vice-prefeito de Guaratinguetá Régis Yasumura.

A ideia da denominação “Largo Madre Mazzarello” surgiu do educador e assessor de comunicação Luiz Fernando Miguel, que realizou os contatos com o então vereador Vantuir para que se pudessem proceder os trâmites legais. O processo foi todo acompanhado pela equipe gestora do Colégio, bem como pela diretora Ir. Teresa Cristina Pisani Domiciano. Aprovado o projeto pela Câmara Municipal de Guaratinguetá a lei foi sancionada pelo então Prefeito Francisco Carlos, que tornou oficialmente “Largo Madre Mazzarello” o espaço em frente ao Instituto Nossa Senhora do Carmo (Lei 4665/2016). A inauguração também contou com a benção do espaço, que foi realizada pelo ex-aluno e diretor espiritual do Colégio, Pe. André Gustavo.

No mesmo dia 20 de abril, após a inauguração do “Largo Madre Mazzarello” os convidados se reuniram na Capela do Colégio do Carmo para a celebração Eucarística de Ação de Graças, que foi presidida pelo Arcebispo de Aparecida Dom Orlando Brandes e concelebrada pelo Pe. André Gustavo e todo o povo presente.

“É uma graça de Deus fazer 125 anos, quantos jovens e crianças passaram por esta casa e hoje são grandes e bons cidadãos. E isso é muito bom, aqui se aprende com bastante Inteligência, fé e amor fraterno”, recordou o Arcebispo Dom Orlando.

Ao término da celebração os convidados se reuniram no “Salão de Atos Dom Bosco” para a continuidade das homenagens e um momento de confraternização.


Deixe uma resposta