09 nov, 2017

Câmara concede medalha Mérito Social à presidente da Obra Magnificat.


Câmara concede medalha Mérito Social à presidente da Obra Magnificat

Câmara concede medalha Mérito Social à presidente da Obra Magnificat

A Câmara concedeu medalha de Mérito Social à Irmã Alice de Souza Sant’Anna, presidente e fundadora da Obra Social e Assistencial Magnificat, na noite desta quarta-feira (8), pelo trabalho social desenvolvido em São José dos Campos. A solenidade reuniu cerca de cem pessoas entre amigos, familiares e integrantes da comunidade católica.

A homenagem foi proposta pelo vereador Lino Bispo (PR) através do projeto de decreto legislativo (PDL 20/2017), aprovado por unanimidade em 14 de setembro.

Fundada há 33 anos no bairro do Putim, a obra social promove cursos profissionalizantes, oferece apoio a dependentes químicos e familiares, apoio alimentar a crianças com risco de desnutrição e famílias em vulnerabilidade social, além de atividades culturais com jovens da comunidade. A entidade também desenvolve o projeto Maria Gestante que atende mães de primeira gestão.

A solenidade teve a presença do arcebispo emérito de Passo Fundo (RS), Antônio Carlos Altiere, e de vários párocos de São José. Também estiveram presentes o presidente da Câmara, Juvenil Silvério (PSDB), e os vereadores Cyborg (PV) e Juliana Fraga (PT).

O vereador Lino Bispo, que presidiu a sessão solene, destacou a determinação da homenageada para manter a obra social Magnificat. “A Irmã Alice tem um trabalho grandioso e incansável pelo bem-comum. É uma gigante em tudo que faz. A nossa cidade deve muito a ela”, afirmou.

A Irmã Lúcia Maistro, diretora do Instituto São José, falou sobre a trajetória da religiosa, sua generosidade e dedicação aos mais necessitados.

O padre Antônio França, da Paróquia Santa Luzia, do Putim, destacou que a Magnificat é mais antiga que a própria paróquia. O arcebispo emérito de Passo Fundo, Antônio Carlos Altiere, disse que o trabalho da irmã Alice serve de inspiração.

Também se manifestaram os padres José Padoan e Silvio César Silva, além da irmã da homenageada, Sirlene Sant’Anna Canoas.

A Irmã Alice de Souza Sant’Anna destacou a ajuda e o trabalho voluntário das pessoas que colaboram com a manutenção do trabalho social. “Se estivesse sozinha, nada disso teria acontecido. É um grande número de pessoas que se unem a nós para a realização de todas as tarefas. Com a ajuda de todos a nossa obra cresce e permanece”, afirmou.

Ela também ressaltou o papel da Paróquia Santa Luzia no trabalho da obra social Magnificat.

Trajetória

A religiosa, de 83 anos, pertence à Congregação Salesiana de São João e é formada em Pedagogia, Administração Escolar e Orientação Pedagógica. Em 1970, foi transferida para São José como diretora do Colégio Auxiliadora. Sete anos depois, criou um grupo de oração para trabalhar na periferia. Desse trabalho embrião foi criada em 1984 a Obra Social e Assistencial “Magnificat” com o objetivo de prestar serviços de assistência social na região do Putim.

Fonte: Câmara Municipal de São José dos Campos

 

Tags: , , , ,

Deixe uma resposta