14 jul, 2017

14 de julho: 134 anos da chegada dos Salesianos ao Brasil.


14 de julho: 134 anos da chegada dos Salesianos ao Brasil

14 de julho: 134 anos da chegada dos Salesianos ao Brasil

O ano de 1883 foi muito especial para o Brasil. No mesmo ano, a cidade de Campos dos Goytacazes (RJ) tornou-se o primeiro município da América Latina a ter um serviço público de iluminação elétrica, inaugurado pelo imperador Dom Pedro II. E no Rio de Janeiro, precisamente na cidade de Niterói, chegavam os primeiros salesianos, enviados por Dom Bosco.

O trabalho salesiano em terras brasileiras foi iniciado em Niterói-RJ, com o Colégio Salesiano Santa Rosa, que abriu suas portas tendo apenas dez alunos matriculados. Em pouco tempo, entretanto, a atividade salesiana ganhou força e importância – o colégio cresceu, teve início o oratório e abriram-se os então chamados “cursos de artes e ofícios”, selando sempre pela formação geral, cultural e religiosa. Era, já naquela época, o que hoje chamamos de “formação integral” do educando.

O foco na educação dos jovens filhos das classes populares, especialmente os ex-escravos e imigrantes, foi fator preponderante na fundação da segunda obra dos salesianos no Brasil, o Liceu Coração de Jesus, em São Paulo (SP), em 1885. Pouco depois, em 1892, as primeiras Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) chegaram a Guaratinguetá-SP, para estender às meninas o carisma educacional de Dom Bosco e Madre Mazzarello. E em junho de 1894, a ação missionária entre os povos indígenas, outro ponto importante da proposta salesiana, tinha início em Cuiabá-MS, então no estado do Mato Grosso.

A pedagogia e o carisma de Dom Bosco, baseados no tripé “razão, religião e carinho”, expandiram-se por todo o país. Criaram-se escolas, da educação infantil ao ensino superior; centros de formação profissionalizante; oratórios; obras assistenciais e sociais; além da atividade missionária junto aos povos indígenas e de dezenas de paróquias sob a responsabilidade salesiana.

Atualmente os Salesianos de Dom Bosco (SDB) estão organizados em seis inspetorias no Brasil, que compõem a Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil). Já as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) têm nove inspetorias no país, congregadas na Conferência das Inspetorias das Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil (CIB). As duas entidades nacionais, desde 2012 e em uma proposta inovadora, trabalham conjuntamente em algumas frentes, por meio da Rede Salesiana Brasil (RSB).

Fonte: Salesianos Niteroi

Tags: , , ,

Deixe uma resposta